MUBI exibe o irreverente e inovador TANGERINE

Estrelado por mulheres trans, o filme independente de Sean Baker foi inteiramente filmado com smartphones, e chega à plataforma no dia 26

Seleção oficial do Sundance 2015 e melhor ficção de temática LGBT no Festival do Rio 2015, Tangerine é um dos principais destaques de agosto da MUBI,distribuidora global de filmes e serviço de streaming com curadoria. Primeiro longa-metragem filmado inteiramente com smartphones e editado em um aplicativo, essa bela e irreverente comédia dramática acompanha duas prostitutas trans negras pelas ruas de Los Angeles, atrás do namorado de uma delas e de sua amante.

Tudo começa e termina em um único dia, em clima de Natal, quando Sin-Dee Rella (Kitana Kiki) volta ao seu bairro depois de um tempo na cadeia e descobre que seu namorado e agenciador Chester a traiu com uma “branquela com vagina de verdade”, Dinah,  viciada em crack, prostituta e cisgênero. Com a amiga Alexandra (Mya Taylor), Sin-Dee tentará desvendar essa história, vasculhando as ruas de Los Angeles e encontrando nessa jornada personagens de culturas diversas do submundo da cidade. Sean Baker dá um tom de comédia dramática à trama sob uma trilha sonora excepcional, que mistura som eletrônico com a música clássica de Beethoven.  

Detalhe importante: Kitana e Mya não são atrizes profissionais. Com este seu primeiro papel no cinema, Mya Taylor venceu o Independent Spirit Awards como melhor atriz coadjuvante. Sean Baker, diretor, fotógrafo, montador e roteirista, já trabalhou na TV (Greg the Bunny e Warren the Ape), venceu o prêmio Robert Altman do Independent Spirit Awards com seu filme Uma Estranha Amizade, de 2012, e recebeu o prêmio especial do Júri no Festival de Locarno, em 2008, pelo filme Prince of Broadway.

TANGERINE
A partir de 26 de agosto
Gênero: comédia dramática

Duração: 88 minutos

Classificação indicativa: 16 anos
mubi.com

Baixar este conteúdo

Tags: